Domingo, 01 de Agosto de 2021
(67) 992741957
Polícia Ossada

Primeira ossada do Santa Eugênio é de homem e que foi morto a pauladas

Ossada passou por exames periciais e o primeiro cadáver é de uma pessoa adulta, mas que segue sem identificação

14/07/2021 19h05
34
Por: Da redação Fonte: top midia news
Primeira ossada do Santa Eugênio é de homem e que foi morto a pauladas

primeira ossada encontrada no 'cemitério' do Santa Eugênio, em Campo Grande, no dia 5 de julho, foi morta a golpes de pauladas ou até mesmo pedradas, conforme descrito pelo delegado Carlos Delano, da DEH (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídios), nesta quarta-feira (14).

O corpo foi encontrado após denúncias chegaram até a polícia, que iniciou a investigação naquele dia. Após recolhido, a ossada passou por exames periciais e por um DNA que identificaram que o corpo era de uma pessoa adulta sendo revelado, também nesta quarta, que se tratava de um homem.

O delegado, que está a frente das investigações, não descarta que o cemitério possa ter sido utilizado por membros de facções criminosas para desovar os cadáveres e tentar ocultar os crimes.

"É possível sim, não excluímos essa hipótese. Considerando o local onde os cadáver estavam enterrados, as condições como tudo aqui estavam, a investigação pode revelar, e nós consideramos essa hipótese, que as mortes estão ligadas e vinculadas as facções criminosas", indagou.

Mais uma ossada humana foi encontrada no 'cemitério', mas desta vez, contou com ajuda de um aparelho de mapeamento capaz de identificar os possíveis locais de enterro dos corpos. Esse segundo cadáver encontrado, indica a suspeita que tenha sido assassinado a tiros.

Tudo isso foi possível com a ajuda do aparelho de mapeamento chefiado por Cícero Calisto, Perito Criminal do Instituto de Criminalística. Segundo Delano, a aparelhagem foi incisiva ao mostrar exatamente onde estava o corpo que estava enterrado.

"Ele apontou locais onde poderia haver e um desses locais precisamente nós encontramos esse cadáver hoje. A evidência é de que tenha uma marca no crânio de uma lesão provocada por projétil de arma de fogo, então tenha possivelmente sido essa a causa da morte. Foi achado um projétil de arma de fogo também e vai haver exames periciais que vão poder esclarecer sexo desse cadáver e isso vai nos auxiliar também e vai embasar nas diligências de campo que faremos para tentar evidenciar quais são as circunstância dessa morte".

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias