Domingo, 01 de Agosto de 2021
(67) 992741957
Polícia Químicos

PF apreende mais de 21 mil litros de químico utilizado no refino de cocaína que iria para Bolívia

No total foram usados 5 caminhões para o transporte até o depósito da Receita Federal

15/07/2021 22h52
49
Por: Da redação Fonte: midiamax
PF apreende mais de 21 mil litros de químico utilizado no refino de cocaína que iria para Bolívia

A PF (Polícia Federal) apreendeu nesta quinta-feira (15), num estacionamento em Corumbá, 207 barris de Acetato de Etila, produto químico de venda controlada pela PF por ser utilizado para produção de cocaína.

Após denúncia anônima, policiais federais realizaram diligências pela região do Bairro Aeroporto, quando avistaram no estacionamento os barris de 200 litros armazenados sobre paletes, prontos para serem carregados.

No local estavam o responsável pelo estacionamento, bem como o irmão do proprietário da carga, que não se apresentou. Ambos foram conduzidos à delegacia da PF, onde foram ouvidos e liberados.

Toda a mercadoria foi apreendida, pois não possuía a autorização específica para sua comercialização, bem como para exportação. O produto químico foi retirado do local com a cooperação da Marinha do Brasil, que disponibilizou 4 caminhões e uma empilhadeira para o transporte.

No total foram usados 5 caminhões para o transporte até o depósito da Receita Federal do Brasil, localizado no Posto Esdras. Segundo a Federal, tem sido recorrente a apreensão de produtos químicos controlados, utilizados no refino de cocaína, na fronteira Brasil/Bolívia, especialmente na cidade de Corumbá.

O uso de tais produtos químicos proporcionam uma produção mais sofisticada de cocaína, propiciando o uso de menos folhas de coca para a produção de uma mesma quantidade, chegando o rendimento a dobrar. Os investigados podem respondem pela prática tráfico de drogas ou de contrabando.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias