Sábado, 23 de Outubro de 2021
(67) 992741957
Polícia Estupro

Vítima de médico acusado de estupros diz que ele mostrou quadrinhos pornográficos antes de crime

O médico foi preso de forma preventiva ontem

30/09/2021 13h35
79
Por: Da redação Fonte: top midia news
Vítima de médico acusado de estupros diz que ele mostrou quadrinhos pornográficos antes de crime

A aromaterapeuta Kethleen Carneiro, 20 anos, usou as redes spcoaos para relatar que foi uma das vítimas do médico ginecologista Nicodemos Júnior Estanislau Morais, de 41 anos.

O médico foi preso de forma preventiva ontem (29), em Anápolis, cerca de 60 km de capital goiana, por suspeita de violação sexual mediante fraude.

De acordo com o site Metrópoles, Kethleen disse que foi abusada pelo profissional quando tinha 12 anos, durante um exame de rotina. 

O ginecologista teria pedido para que a mãe da então adolescente saísse da sala e pediu para que a vítima tirasse a roupa, como se fosse mais uma parte do procedimento médico.

“Deitei na maca de novo, e aí ele veio com a ideia de me mostrar os pontos G do corpo. Eu estava sem entender, eu não tive reação nenhuma. Só fiquei paralisada, quietinha.

Ele foi mexendo lá”, conta a aromaterapeuta.

Ela até a Delegacia da Mulher prestar depoimento na manhã desta quinta-feira (30). Ela relata que o médico chegou a mostrar conteúdo pornográfico, durante a consulta.

 

“Eu sentei lá na cadeira, e ele foi me falar que é diferente homem com mulher e começou a me mostrar quadrinho pornô. Gente! Eu tinha 12 anos. O que é isso?”, desabafa.Mais vítimas

Depois que o médico foi preso, várias mulheres ligaram na Delegacia da Mulher de Anápolis para denunciar o ginecologista. A maior parte são de Goiânia, Brasília e Pirenópolis (GO). 


Cerca de 50 vítimas já teriam procurado a Polícia Civil.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias